Catarse

Toda a alma é imortal, porque aquilo que se move a si mesmo é imortal.


2 Comentários

IV Reich – polícia secreta

Autorizaram a ocupação de Portugal?

Fonte: PHI (Politische Hintergrundinformationen) de 26.2.2010, pág. 60.

Existe um EXÉRCITO SECRETO EUROPEU, que também pode ser chamado de FORÇA SECRETA POLICIAL DE INTERVENÇÃO PARA O ESMAGAMENTO DE REVOLTAS NA EUROPA.

Já se encontra dentro da União Europeia, porém apenas muito poucos sabem disso.

A força possui os mais amplos direitos, tem de momento 3.000 homens e responde pelo nome de “EURO GENDFOR (EUROPEAN GENDARMERIE FORCE)”, ou seja, TROPA DE POLÍCIA EUROPEIA. O seu comando encontra-se em Vicenza, na Itália, longe do Centro da UE.

Quem deu vida a este projecto foi a Ministra da Defesa Francesa, Alliot-Marie, com o objectivo de mais facilmente esmagar levantamentos populares, como os que têm surgido frequentemente em cidades francesas.

Esta força, já existente, pode agora ser empregue por toda a União Europeia, anulando os direitos nacionais e as soberanias dos Estados Membros!

O Tratado de Velsen (Holanda), decidiu de forma inequívoca, que vai ser um CONSELHO DE GUERRA, que vai decidir sobre a sua actuação. Este conselho compõe-se dos Ministérios de Defesa e de Segurança dos países membros da UE, inclusivamente do país onde vai ser aplicado.

Aos olhos dos observadores trata-se de uma clara manifestação de um DIREITO DE OCUPAÇÃO DA EUROPA. Porque, desde que tenha sido decidido por unidades da EURO GENDFOR a ocupação de edifícios e regiões, ficam estas debaixo da sua alçada, já não podendo sequer ser visitadas pelos organismos oficiais do país a que territorialmente pertencem. De facto, existe assim um DIREITO DE OCUPAÇÃO EUROPEU. Porém, a situação pode vir a piorar ainda mais.

A EURO GENDFOR não possui apenas os direitos policiais, mas também a competência sobre os serviços secretos, e, pode, em estreita colaboração com forças militares, restabelecer a lei e a ordem nas zonas consideradas convenientes. Em caso de necessidade, deve esta tropa possuir todos os direitos e acessos a todos os meios considerados necessários, para executar o respectivo mandato.

Graças à EURO GENDFOR encontram-se os governos europeus à vontade. Desta forma podem ordenar o abrir fogo contra as próprias populações em caso de demonstrações de massas, colocar regiões inteiras sobre quarentena militar e prender os principais cabecilhas, sem ter de chamar militares, ou polícias, da sua própria nação, visto existir o perigo destes se solidarizarem com os revoltosos.

A EURO GENDFOR, por sua vez, graças às suas excepcionais atribuições de direitos civis e militares, não pode ser responsabilizada por ninguém.

Este cenário, que parece incrível, tornou-se agora possível através da entrada em vigor do TRATADO DE LISBOA, que não é mais do que a Constituição da UE sob novo título.

http://www.grifo.com.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=292&Itemid=1

———//———

Esta noticia deixou-nos particularmente curiosos, tendo alguns dos emmbros ido investigar melhor e eis o que se descobriu acerca desta temática.

Esta força existe mesmo: http://www.eurogendfor.eu .

Reparem no que está escrito na pagina de introdução:

The European Gendarmerie Force (EGF) is an initiative of 5 EU Member States – France, Italy, The Netherlands, Portugal and Spain – aimed at improving the crisis management capability in sensitive areas. Since Wednesday, 17th December 2008, the High Level Interdepartmental Committee Meeting (CIMIN) decided to welcome the Romanian Gendarmerie to become a full member of the EGF. Therefore the EGF consists from that moment of 6 member states.“
Iniciativa de Portugal?! Porque nunca ouvimos falar disto antes?!

”EGF responds to the need to rapidly conduct all the spectrum of civil security actions, either on its own or in parallel with the military intervention, by providing a multinational and effective tool.
The EGF will facilitate the handling of crisis that require management by police forces, usually in a critical situation, also taking advantage from the experience already gained in the relevant peace-keeping missions.”

As suas funções são:

- responder à necessidade imediata de conduzir todo o espectro da acções de segurança civil.

Como?

- Sozinhos ou em cooperação cm as forças militares intervenientes.

Reparem que são uma força multinacional, o mail está correcto também nesse ponto.

Based in Vicenza in the “Generale Chinotto” barracks, the EGF HQ is now developing a comprehensive and coherent operational system, which will permit to be ready in case of prompt deployment to crisis areas.”

O quartel general (HQ) está em Vicenza,  Italia (confirma) e reforçam a prontidão das forças.

EGF goal is to provide the International Community with a valid and operational instrument for crisis management, first and foremost at disposal of EU, but also of other International Organizations, as NATO, UN and OSCE, and ad hoc coalitions.

Olhem só o objectivo:

Providenciar a Comunidade Internacional com um instrumento valido e operacional para a gestão de crises, à disposição total da EU, mas também para outras Organizações Internacionais, como a Nato, NU e a OSCE e suas coligações.

Mas ainda há mais!

Vejam quem é o Comandante da Força!

Colonel Jorge ESTEVES (Portuguese GNR)

É português?! E nunca passou nas noticias nacionais uma coisa destas?!

Segundo o site ele comanda desde 26/6/2009, cargo que deixará  em 2011.

É da GNR! Agora se percebe porque é que escolhem a GNR para ir para manutenção de paz (como Bósnia, Timor, Afeganistão, Iraque, etç.) em vez das tropas mais especializadas…. Estão a treina-los em situações reais.

O homem é de Abrantes, tem 52 anos e veio do Regimento de  Cavalaria, vejam o CV do personagem:

“As a high-ranking Officer he has been Territorial Group Commander, Head of the 3rd Territorial Brigade Operations and Information’s Office, Head of the 3rd Territorial Brigade Criminal Investigation Office, 3rd Territorial Brigade Chief of Staff and 3rd Territorial Brigade Deputy Commander (2000 – 2007). During 2006 he integrated the Working Group for the Reform of the Portuguese Internal Security System. From 2004 to 2007 he was Assistant Lecturer of Military Sociology at the Military Academy in Lisbon. From July 2007 till June 2009 he has been the European Gendarmerie Force Chief of Staff.

He attended several courses related with Crisis Management Operations among them the United Nations Police Commander Course, the Strategic Planning for European Union Police Mission Course, the European Security and Defence Policy Orientation Course, the NATO Staff Officer Force Planning Course and the NATO Partnership for Peace Staff Officer Course.”

Ora bem vamos lá analisar o que podem fazer!

A nível estratégico:

- Fazer policiamento em operações de gestão de crise, com base nas conclusões dos Conselhos de Santa Maria da Feira e de Nice:

http://www.ena.lu/conclusions_santa_maria_da_feira_european_council_1920_june_2000-02-27325%20target=
http://www.ena.lu/conclusions_nice_european_council_7_9_december_2000-02-17960

- Quem pode usar esta Força?

EU, NU, OSCE, NATO, outras e coligações.

- Quem ordena?

A Estrutura de Comando é a CIMIN (Comité InterMiistériel de haut Niveau) composta pelos representantes dos responsáveis pelos Ministérios de cada Pais, que assegura coordenação político-militar, nomeia o Comandante da Força e provisiona-lhe directivas e orientações para o emprego.

Qual a estrutura da Força?

E a nível táctico?

- A Força pode ser posta sob o comando quer tanto de autoridades militares como de civis, por forma a assegurar a segurança publica, ordem publica e o funcionamento pleno das tarefas judiciais. (Entrega de alimentos, cuidados médicos não interessa!)

- Não é uma força permanente (é só para repor a ordem… a ordem deles, é uma Força de Intervenção).

- A força é formada num máximo de 800 oficiais de policia, em menos de 30 dias. Para quem ainda não perceba como é que funciona, explicamos, existe um HQ permanente em Itália e quando necessitam formam uma força e essa é enviada para a crise, depois de fazer o que tem a fazer esta força é desmantelada.

Mas afinal o que é que eles tem a fazer?

– Missões gerais de segurança publica;
– Missões de manutenção da ordem publica- Combate ao crime;
– Investigação criminal (detecção, recolha, analise de informação);
– Processamento, protecção e assistência de indivíduos;
– Controlo de tráfego;
– Desactivação de explosivos;
– Combate ao terrorismo e crimes maiores e outros especializados;
– Armazenamento, gestão, recuperação e evacuação de equipamentos, transportes, e ajuda medica (não se deixem enganar por este último ponto, pois reparem que não existe distribuição nem de propriamente a ajuda, apenas a organizam);
– Monitorizar e aconselhar a policia  local no seu trabalho do dia-a-dia;
– Vigilância do publico;
– Policiamento das fronteiras;
– Serviços secretos;
– Protecção de pessoas e propriedades (esta até é cómica! Vamos ver quem são essas pessoas e propriedades…);
– Treino de oficiais de policia e de instrutores.

Por fim vamos aos símbolos, este é o logótipo da força em questão:

- O mote “Lex Paciferat” (A Lei trará a Paz);
– A espada como cruz invertida;
– O louro maçónico;
– A granada a rebentar (parece uma planta, mas é uma granada e as chamas a sair dela) – Pacifistas vê-se…

Sendo tudo isto tão interessante porque não passou nos média nacionais e europeus?

Retirado de Portugal Esotérico.org


Deixe o seu comentário

Climategate: O sequestro do Movimento Ecologista e sua Reconquista.

Na fonte: ClimateGate:El Secuestro del Movimiento Ecologista y su Reconquista.

Tradução Livre por arauto do futuro.

Uma mensagem para os ecologistas e ativistas dos direitos humanos. Vocês que tem observado, com crescente sentido de inquietude, as formas nas que este mundo tem sido saqueado na perseguição do “bilhete verde”. Vocês que tem observado, com crescente preocupação, as maneiras que tratamos ao planeta que habitamos e deixamos de herança.

Esta não é uma mensagem divisora, mas sim de cooperação e unidade. Esta é uma mensagem de esperança e potenciação. Porém, requer olhar a uma verdade verdadeiramente incômoda: VOSSO MOVIMENTO HÁ SIDO USURPADO PELOS MESMISSÍMOS INTERESSES CONTRA OS QUAIS ACREDITAVAS QUE ESTAVAS LUTANDO.

Olhavas com esperança e entusiasmo enquanto vossa causa, vosso movimento, vossa mensagem começava a estender-se e a ser acolhida pelos meios corporativos. A idéias pelas que havias  lutado tanto tempo para ser escutadas foram, por fim, discutidas a nível nacional e internacional.  Porém, olhavas com crescente descontentamento, enquanto a mensagem ia sendo simplificado. Primeiro se converteu em slogan, logo em marca, até ficar em nada mais que uma etiqueta adjunta aos produtos de consumo.  As idéias pelas que uma vez lutastes, agora os estava sendo revendidas, por lucro.

Olhastes com crescente inquietude enquanto a mensagem se repetia qual loro sem argumento, levado mais como outra moda em lugar de uma compreensão de algo que proviesse da convicção. Estivestes em desacordo quando os slogans, e logo a ciência, se iam rebaixando intelectualmente. Até que o dióxido de carbono se converteu no foco e causa política, Imediatamente convertendo-se o CO2, na unica causa.

Sabíeis que ol “Gurú do CO2”, Al Gore, não era cientista, mas  sim político. Sabíeis que o movimiento estava sendo tomado por uma causa que não era vossa própria, mas sim uma que contava com crenças que vocês não compartilham e para propor soluções que vocês não queriam. Até que as soluções que exigistes nem sequer eram soluções, mas sim novos impostos e novos mercados que unicamente serviam para forrar os mesmos bolsinhos de sempre. Soubestes que algo ia mal quando a confabulação do sistema de compra-venda de cotas de CO2 (Cap & Trade) foi encarregado a Kenneth Lay, o mesmo arquiteto da bolha ENRON que arrebentou três meses depois do 11 de Setembro de 2001. Ou quando vistes a Goldman Sachsauto posicionar-se para cavalgar sobre a nova bolha do comércio do CO2. Ou quando o empuxo total do movimento se converteu somente em formas de ganhar e gastar dinheiro ou em arrecadar fundos para os mais ricos, impedindo ao mesmo tempo o desenvolvimento dos países pobres.

Vosso movimento havia sido seqüestrado. Ficou claro quando lestes o livro da elite Club de Roma de 1991, “A Primeira Revolução Global”, que diz: “Ao buscar um inimigo comum, pelo qual nos possamos unir contra,  nos ocorreu a idéia de que a poluição, a ameaça do aquecimento global, a escassez de agua, a fome, miséria e coisas deste estilo, se ajustassem a nosso projeto para o governo global e uma Nova Ordem Mundial.”

Mais claro todavia quando olhastes a lista de membros do Club de Roma e aprendestes acerca da eugenia e os laços de união entre Rockefeller e o Instituto Wilheim Kaiser e a prática da cripto-eugenesia. E o definitivo foi, quando se descobriu, em sete laboratórios europeus distintos, vacinas intencionalmente contaminadas pela farmacêutica Baxter, enquanto hoje mesmo vosso Governo obriga a “grupos de risco” a vacinar-se.  Ainda assim, queríeis acreditar que havia alguma base de verdade, algo verídico e valioso neste seqüestro do movimento meio-ambiental.

Porém, a finais de Novembro se enfumaça o que restava de dúvida no escândalo “ClimateGate” de  vazamento de informação privilegiada da Unidade para a Investigação do Clima(CRU). Documentos internos e correios  eletrônicos, expondo as mentiras, manipulação e fraude pós os estudos manipulados que validaram a ciência oficial do aquecimento e o suposto iminente desastre climatológico causado pelo CO2. Agora sabemos que manipularam seus próprios modelos de clima, admitindo que os resultados estavam sendo ajustados arbitrariamente. Além do mais, se estavam ajustando os valores para estar em conformidade com os desejos dos cientistas e não com a realidade. Agora sabemos que tanto os processos como os resultados de exame de homólogos estavam sendo pervertidos para excluir àqueles exocientistas que criticavam seus achados. Agora, sabemos que aqueles cientistas corruptos expressaram suas dúvidas sobre a confiabilidade da ciência que, sem querer, publicamente afirmavam  estar trucando . Agora sabemos, em resumo, que estavam mentindo.

De momento se desconhece o que se desprenderá de tudo isto. Porém, é evidente que o desprendimento será substancial. Contudo, com esta crise, vem uma oportunidade. Uma oportunidade para RECOBRAR O MOVIMENTO QUE OS FINANCEIROS OS TENHAM ROUBADO. Todos juntos podereis exigir uma completa e independente investigação a todos os investigadores cujo trabalho estava implicado no escândalo da CRU. Podereis exigir uma re-avaliação completa de todos esses estudos e conclusões e toda política pública que tenha sido baseada nestes. Podereis exigir novas normas de transparência de cientistas cujo labor esteja financiado por fundos públicos ou cujo trabalho afete a política pública. Em outras palavras, podereisreafirmar que nenhuma causa é digna de apoio quando usa do engano para sua propagação. Ainda mais importante, podereis recuperar VOSSO  movimento meio-ambiental.

Agora, podereis voltar a concentra-vos nas questões sérias que devem ser perguntadas. Como a engenharia genética, onde organismos híbridos de desenho ambicioso estão sendo liberados na biosfera, em um gigante experimento incontrolado que ameaça ao mesmissímo genoma da vida sobre este planeta. Podereis voltar a examinar os muitos problemas meio-ambientais que tenham sido esquecidos em nome do CO2. Podereis examinar as agências reguladoras que estão controladas pelas mesmissímas corporações que supostamente tem que vigiar. Podereis centrar no uranio empobrecido, nos derrames de resíduos tóxicos, o desmatamento das florestas,   todos os demais assuntos que sabéis uma vez eram do mandato do VERDADEIRO movimento meio-ambiental. Ademais, podereis investigar, com “CIÊNCIA COM CONSCIÊNCIA”, as verdadeiras causas CÓSMICAS das alterações climáticas, que os cientistas da elite de hoje intentam esconder detrás de uma cortina de fumaça do CO2.

Ou, podereis comodamente, cair na política partidista. Podereis decidir que tudo bem mentir  sempre e quando apóiem a nossa parte. Podereis defender as atuações censuráveis de Al Gore e dos investigadores do CRU e agrupa-los em torno da bandeia verde que desde muito tempo foi capturada pelo INIMIGO. É uma simples decisão a tomar, porém, uma que devereis tomar com rapidez e virulência, antes de que tudo volte ao “negócio como sempre”.  Estamos em uma encruzilhada de caminhos na historia.  E não nos equivoquemos, que a historia será o juiz final de nossas ações.

E, a cada um lhe deixo, com uma simples pergunta:

¿Em que lado da historia, queres estar… TÚ?

P:D: Cada palavra ou frase em negrito a coloco com a intenção de que a busques na Internet por tua conta.

Noticia Relacionada: http://www.elmundo.es/elmundo/2009/12/02/ciencia/1259749433.html

Fonte: StarViewerTeam 2009 & Corbertt Report.


Deixe o seu comentário

Jesse Ventura ex-Governador do Minnesota desmonta a farsa do Aquecimento Global – ‘Conspiracy Theory’

Posted on Dezembro 18, 2009 by ovigia

Jesse Ventura ex-Governador do Minnesota tem agora uma série de reportagens de investigação que visam tentar esclarecer ou fazer alguma luz sobre alguns assuntos designados por aqueles que os querem desacreditar como Teorias da Conspiração.

Este ex-Navy SEAL, ex-lutador de Wrestling e ex-político resolveu abordar numa nova série de televisão em formato tipo reportagens de investigação, diversos temas nossos conhecidos, tendo já ido para o ar três episódios desta série que se designa por CONSPIRACY THEORY WITH JESSE VENTURA e é uma produção da trutv.com.

Entre os temas abordados nos seus três primeiros episódios encontram-se o projecto militar HAARP capaz de alterar a atmosfera e o clima bem como o pensamento de todos nós e até provocar tremores e terra entre outros, no segundo episódio tratou do tema dos atentados do 11Set2001 e no episódio de ontem o terceiro, foi sobre o AGW, Aquecimento Global supostamente de origem antropogénica, sobre o qual Alex Jones tem um interessante artigo no seu site.

Para darem olhada aos seguintes episódios vão até ao site do projecto, caso queiram fazer o seu download através de torrents, aqui estão eles, para darem uma olhada primeiro vão até ao youtube.


Deixe o seu comentário

Espiando os cidadãos, novas tecnologias via DARPA

Espiando os cidadãos, novas tecnologias via DARPA

Posted on Março 15, 2009 by ovigia

O Pentágono acaba de anunciar que se prepara através da DARPA, para lançar uma esquadra de cerca de 450 dirigíveis «ISIS» capazes de voar a 65000 pés de altitude «19812 metros» durante 10 anos e alimentados por células de hidrogénio e painéis solares.
Serão gastos 400Milhões de dólares apenas no protótipo.

A ideia não é nova, mas parece que será desta vez ainda mais abrangente e poderosa.
As deculpas para a sua implementação também não deverão ser novas, terrorismo, ataques exteriores com misseis, etc etc.
Quando se quer enganar o povo, as desculpas arranjam-se, e que as vende já está à muito controlado e no bolso, os media mainstream acríticos.

Estes equipamentos permitirão aos seus operadores em estações no terreno, o controlo e monitorização de várias centenas de kms de diâmetro através de equipamentos de vigilância, tais como câmaras de alta resolução bem como antenas de radar.

Podendo através dessa vigilância monitorizar e controlar, veículos, aviões e pessoas.

Já não chegando todos os ataques às Liberdades, Direitos e Garantias dos cidadãos dos EUA, com o constante ataque e destruição da sua constituição, como são provas o fim do Habeas Corpus, Posse Comitatus, a implementação do Patriot Act e da FISA, do projecto REX 84 que permite a espionagem/vigilância de todas as comunicações internas e externas sem necessidade de recorrer a um Juíz, chega agora mais uma arma para as mãos da cleptocracia oligarca dos EUA.

Não deve tardar a chegar à UE, especialmente através do Reino Unido.

Afinal de contas A Oligarquia está a ficar com medo – A Lei Marcial está a chegar

DARPA courted defense contractors Raytheon, Lockheed Martin and Northrop Grumman to develop the airships

Infowars.com
sept 6, 2004

The skies were filled with surveillance helicopters as well as the Fuji Blimp, that was being rented by the NYPD. We could always tell where the protests and arrests were taking place because as many as 4 helicopters and a blimp would be circling overhead.

A look at the future. Homeland Security plans to tether megablimps 32xs the size of the goodyear blimp over every major US city mounted with ground-penetrating radar looking right through your walls. This is only conditioning.

(Photo by Ted O’Brien)

[Via mediamonarchy, LA Times, Guardian, Infowars]

Powered by ScribeFire. in O Vigia


Deixe o seu comentário

A Queda da República (Fall of the Rep*blic) 9-15


Deixe o seu comentário

Um outro cientista proeminente chama “criminosos” a cientistas da CRU

Documentos que sairam provam a existência de planos para pedir financiamento a “agências de energia “

Steve Watson Steve Watson
Infowars.net [1] Infowars.net [1]
Wednesday, Nov 25, 2009 Quarta-feira, novembro 25, 2009

Um cientista proeminente pediu que os processos criminais sejam movidos contra os cientistas da ONU filiados e envolvidos no que foi denominado “ClimateGate”.
Geólogo australiano e um oponente de longa data da teoria do aquecimento global antropogénico, Ian Plimer, condenou o que ele descreve como “alarmismo apoiado por fraude”.

“Esse comportamento é o de criminosos e todos os dados do Hadley Centre e do GISS E.U. agora devem ser rejeitados.  Esses criminosos cometeram esses crimes à custa dos contribuintes britânicos e E.U. “. Plimer escreve num pequeno artigo [2].

“Os mesmos bandidos  controlam do IPCC e os dados fraudulentos nos relatórios do IPCC. ” Plimer . Os mesmos  bandidos reunir-se-ão  em Copenhaga, na próxima semana e querem 0,7% do PIB do mundo ocidental a ser dado a um governo não  eleito da ONU e, em seguida, para explorar o mundo em desenvolvimento “. Plimer continua.

Ele ressalta que os e-mails íntimos mostram  que os dados foram manipulados para cobrir o período de aquecimento medieval, e continuar o arrefecimento global, além de dados artificialmente inflacionados para enfatizar o aquecimento durante o século 20.
Plimer, autor do best-seller sobre o debate do aquecimento global, o Céu e a Terra – Aquecimento Global: A Ciência em falta, tem sido um crítico do que ele descreve como o movimento sequestrador ambiental.

Plimer declarou muitas vezes que ele  sente que vastas áreas da comunidade científica têm optado por manipular dados em troca de milhões para a continuação   financiamento da pesquisa .

Os e-mails vazaram do centro Hadley revelam que CRU chefe PD Jones recebeu 55 doações desde 1990 [5] das agências que vão desde o E.U. Departamento de Energia para a NATO, no valor total de £ 13.718.547, ou aproximadamente US $ 22,6 milhões.

Outro documento intitulado (potencial funding.doc [6]), enumera as fontes de financiamento potenciais e mostra que os cientistas consideraram urgentes agências de “energia” que tratam especificamente em novas tecnologias para reduzir as emissões de carbono.

Renewables North West, uma companhia americana que promovem a expansão da energia solar, eólica e geotérmica, está listado como um benfeitor quarta potencial.

Naturalmente, todos estes potenciais apoiadores financeiros têm interesse em manter a concepção de que o homem provocou o  aquecimento global,e que é uma realidade apoiada pela ciência.

Teóricos do aquecimento antropogênico global há muito tempo que atacam os cientistas cépticos, afirmando que eles são comprados e pagos por companhias de petróleo, no entanto, aqui temos o mais influente grupo de cientistas do clima que  reconhecem ser um grupo de cientistas prontos para para receber financiamento de empresas de energia com interesses escusos.
Ian Plimer junta-sea  outra figura de destaque no debate, Senhor Christopher Monckton [7], que pediu uma investigação completa e processos criminais no início desta semana.

Fonte:

Article printed from Alex Jones’ Prison Planet.com: http://www.prisonplanet.com Artigo impresso de Prison Alex Jones ‘Planet.com: http://www.prisonplanet.com

URL to article: http://www.prisonplanet.com/another-prominent-scientist-calls-cru-scientists-criminals.html URL do artigo: http://www.prisonplanet.com/another-prominent-scientist-calls-cru-scientists-criminals.html

URLs in this post: URLs in this post:

[1] Infowars.net: http://www.infowars.net/index.html [1] Infowars.net: http://www.infowars.net/index.html

[2] Plimer writes in a commentary piece: http://pajamasmedia.com/blog/climategate-alarmism-is-underpinned-by-fraud-pjm-exclusive/2/ [2] Plimer escreve em um pedaço comentário: http://pajamasmedia.com/blog/climategate-alarmism-is-underpinned-by-fraud-pjm-exclusive/2/

[3] : http://prisonplanet.tv/signup.html [3]: http://prisonplanet.tv/signup.html

[4] Image: http://infowars-shop.stores.yahoo.net/faofreprofba.html [4] Image: http://infowars-shop.stores.yahoo.net/faofreprofba.html

[5] received 55 endowments since 1990: http://spreadsheets.google.com/ccc?key=0Ah4XLQCleuUYdFIxMnhMNnlXb2JQcDZUendjUXpWWUE&hl=en [5] recebeu 55 doações desde 1990: http://spreadsheets.google.com/ccc?key=0Ah4XLQCleuUYdFIxMnhMNnlXb2JQcDZUendjUXpWWUE&hl=en

[6] potential-funding.doc: http://ukginger.net/FOI2009/FOIA/documents/potential-funding.doc [6] potencial funding.doc: http://ukginger.net/FOI2009/FOIA/documents/potential-funding.doc

[7] Lord Christopher Monckton: http://pajamasmedia.com/blog/viscount-monckton-on-global-warminggate-they-are-criminals-pjm-exclusive/ [7] Lord Christopher Monckton: http://pajamasmedia.com/blog/viscount-monckton-on-global-warminggate-they-are-criminals-pjm-exclusive/


Deixe o seu comentário

A grande farsa do Aquecimento Global 1- 4

O Canal 4 britânico produziu um documentário devastador intitulado “A Grande Fraude do Aquecimento Global”. Ele não foi, ao que parece, exibido por nenhuma das redes de televisão nos EUA. Mas, felizmente, ele está disponível na Internet.


Deixe o seu comentário

Global Warming On Trial: Inhofe Solicita uma investigação ao IPCC da ONU

Em resposta à revelações surpreendentes decorrentes dos e-mails hacked CRU, o senador Jim Inhofe afirmou que a menos que algo seja feito nos próximos sete dias, ele vai levar o pedido de uma investigação rigorosa em evidências de que os conceituados cientistas do clima conspiraram para manipular dados para ocultar provas de resfriamento global, enquanto exercíciam a caça às bruxas  a académicos para eliminar os cientistas cépticos de  mudança climática feita pelo homem.

Falando no programa  “Américas Morning Show” hoje cedo, Inhofe,  Membro do Senado do Meio Ambiente e Comissão das Obras Públicas , disse que as novas revelações provam o que ele tem advertido há sobre mais de quatro anos, que os políticos orientaram o preconceito dos cientistas do clima filiadas com a ONU IPCC,  fraudulentamente “cozinharam a ciência” para estar conforme com sua agenda.

“Se nada acontecer nos próximos sete dias, quando voltamos para a sessão de hoje a uma semana que iria mudar essa situação, vou pedir uma investigação”, disse Inhofe. “Cause this thing is serious, you think about the literally millions of dollars that have been thrown away on some of this stuff that they came out with.” “Porque este assunto é sério, você pensa  literalmente acerca dos milhões de dólares que foram gastos em algumas dessas matérias que saíram.”

Ouça a entrevista com Inhofe


Deixe o seu comentário

A Queda da República (Fall of the Rep*blic) 5 a 8


Deixe o seu comentário

A Queda da República (Fall of the Rep*blic) 3-4

obama_joker


Deixe o seu comentário

Orlando shooter, US army Fort Hood shooter both linked to psychiatric drugs

fort hood(NaturalNews) US Army Major Nidal Malik Hasan shot and killed 13 people and wounded 30 others in a violent attack at a Texas Army base this past week. He reportedly opened fire at the Fort Hood army base without any particular reason or motivation. In fact, as a psychiatrist, he had counseled many other soldiers on how to cope with the consequences of extreme violence (losing limbs, mental anguish, etc.).

As an army psychiatrist, he was also allowed to prescribe powerful psychiatric drugs to both his patients and himself. Many psychiatrists self-medicate, and Hasan was extremely anxious about the possibility of being sent overseas by the army, according to statements from family members (Reuters, below). Although official confirmation will probably never be made, it seems altogether likely that Hasan was treating himself with powerful psychotropic medications.

The mainstream media, not surprisingly, has utterly failed to raise this question. But it’s being raised by independent media like Prison Planet (http://www.prisonplanet.com/was-for…), where writer Paul Joseph Watson says, “Psychiatrists have a history of ‘self-medication’ because of the easy access they have to psychotropic drugs. In almost every major mass shooting over the past two decades, since anti-depressant drugs became popular, the killer has been on SSRI’s – serotonin reuptake inhibitors.”

An informative article in The Examiner also asks the same question: Was Major Hasan on mind-altering prescription medications when he opened fire? (http://www.examiner.com/x-8358-Detr…).

Meanwhile, a study in the journal Psychotherapy and Psychosomatics reveals that 16% of psychiatrists self-medicate (http://www.cchrint.org/2009/11/05/w…).

Given all the psych drugs linked to such acts in previous shootings, such a link seems not only probably, but likely.

Orlando shooter confirmed on psych drugs

It’s been a busy week for violent, drug-induced outbursts in the USA. Orlando shooter Jason Rodriguez is now confirmed to have been on psychiatric medications when he went on a shooting spree in an Orlando office building last week, killing one person and wounding five others.

In a televised interview with Fox News, the former mother-in-law of Rodriguez goes on the record saying, “He was under medication …for control of the brain.” That video segment is available here:

http://www.youtube.com/watch?v=a_LJ…

Mind-altering medications made Rodriquez “paranoid,” she explains. (http://www.foxnews.com/story/0,2933…)

This paranoia and acting out of violence against others is a classic side effect of SSRI drugs typically used to “treat” depression. These powerful, mind-altering medications have been linked to nearly every major shooting that has taken place in the United States over the last twenty years, including the Columbine, Colorado school shootings.


Deixe o seu comentário

Controle das Massas através de Mensagem Subliminar, Simbolismos

Documentário realizado por Michael Tsarion e Red Ice Creations:
http://www.redicecreations.com

Nesse importante documentário Tsarion trata sobre controle mental das massas através da manipulação, passando pela história, desde os hashashins, Companhia das Índias, assassinatos ritualisticos em massa – como o caso Jim Jones, os Panteras Negras, manipulação da mídia, manipulação religiosa, culto ao deus dionísio, manipulação da mídia, era do despertar e anatomia da psique, Ego e consciência.

Como podemos ter sido hipnotizados desde nossa tenra idade e passarmos a fazer parte de um programa sem que sequer pudessemos nos dar conta.

Como toda a realidade pode ter sido construída ou desconstruída pelos Senhores do Caos.

Um documentário que vc deve assistir de forma imparcial e ponderar com imparciliadade, para poder talvez chegar a compreender a profundidade do buraco do coelho branco.


Deixe o seu comentário

Big Brother da União Europeia

Uma agência europeia reunirá todos os ficheiros de polícia, justiça e asilo, segundo uma proposta apresentada pela Comissão Europeia
O Big Brother está em gestação. É de facto uma Big Sister, pois trata-se de uma agência personalizada fundada pela União Europeia. Orwell não nos tinha prevenido que o risco totalitário viria de Bruxelas.
Texto publicado pelo professor Gilles J. Gugliemi no seu site .

Eis o que comporta a proposta de regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho apresentada pela Comissão Europeia a 24 de Junho de 2009, que tem como objectivo criar uma agência responsável pela gestão operacional dos sistemas de informação SIS2, VIS e Eurodac.

A Comissão Europeia apresenta uma proposta de regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho de 24 de Junho de 2009, que tem como objecto criar uma agência que será responsável pela gestão operacional dos sistemas de informação de grande escala aplicando o Título IV do Tratado das Comunidades Europeias e, potencialmente, «de outros sistemas de informação no domínio da liberdade, da segurança e da justiça».

Baseia-se no artigo 66 do Tratado da CE1

1. Os três instrumentos de registo na Europa

O registo dos indivíduos pela União Europeia por motivos de segurança, de justiça ou de fluxos migratórios assenta de momento em três sistemas distintos. Já tínhamos escrito aqui sobre a criação dos vistos e dos aperfeiçoamentos do Eurodac, mas é preciso recordar a existência do SIS (I depois II).

Na base da convenção de aplicação do acordo de Schengen de 14 de Junho de 19852, o sistema de informação Schengen (SIS) foi criado para preservar a ordem pública e a segurança pública, incluindo a segurança dos Estados. O sistema de informação Schengen de segunda geração (SIS II)3 foi consideravelmente ampliado pois tem como objecto «assegurar um nível elevado de segurança na espaço de liberdade, de segurança e de justiça da União Europeia, incluindo a preservação da segurança pública e da ordem pública e a salvaguarda da segurança nos territórios dos Estados membros, assim como aplicar disposições do título IV da terceira parte do tratado CE relativos à livre circulação das pessoas nos territórios dos Estados membros, com a ajuda das informações transmitidas por este sistema».

O EURODAC, sistema de informação à escala da Comunidade (isto é, um conjunto de tratamento e de ficheiros respeitantes a todos os Estados membros) foi criado para facilitar a aplicação da convenção de Dublin4, destinada a estabelecer um mecanismo de determinação da responsabilidade do exame dos pedidos de asilo apresentados num dos Estados membros da União. Esta convenção foi substituída por um instrumento legislativo comunitário, o regulamento de Dublin5.

Enfim, o sistema de informação sobre os vistos (VIS)6 deve permitir às autoridades dos Estados membros «trocar informações sobre os vistos, com o objectivo de simplificar os procedimentos de pedido de visto, prevenir o “visa shopping”, facilitar a luta contra a fraude, facilitar os controlos nos pontos de passagem das fronteiras externas e no território dos Estados membros, ajudar à identificação das pessoas provenientes de países terceiros, facilitar a aplicação do regulamento de Dublin e contribuir para a prevenção das ameaças à segurança interna de um dos Estados membros».

A lógica apontaria para que a EUROPOL gerisse o SIS, enquanto que a Comissão geria o VIS e o EURODAC. Esta opção foi sugerida durante as negociações para a transformação da Europol actual num acto comunitário. Pelo contrário, foi a criação de uma nova agência de regulação centralizadora e de vocação universal que foi aprovada.

2. Tudo concentrado na mesma instituição

Uma das maiores ambiguidades da proposta de regulamento é confundir a natureza da agência que, de gestão acaba por ser em seguida “de regulação”.

«A agência de regulação será criada enquanto organismo comunitário dotado de personalidade jurídica. As primeiras tarefas a confiar à agência são de natureza operacional, o que abrange a gestão global dos sistemas de informação assim como o funcionamento destes sistemas. Ela tornar-se-á assim um ‘centro de excelência’ dotado de pessoal de execução especializado. Um organismo especializado permitirá além disso atingir níveis de eficácia e de reactividade mais elevados, incluindo na perspectiva do desenvolvimento e da gestão operacional de outros sistemas potenciais no domínio da liberdade, da segurança e da justiça.»

A agência será além disso encarregue de todas as tarefas ligadas à infraestrutura de comunicação. A este respeito, a Comissão anuncia implicitamente a publicação do regulamento resultante da proposta de Regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho apresentado pela Comissão a 3 de Dezembro de 2008, COM(2008) 825 final

Enfim, a agência poderá também potencialmente ser encarregue de desenvolver e de gerir «outros sistemas de informação em grande escala no espaço de liberdade, de segurança e de justiça» (com a condição que sejam adoptados instrumentos legislativos que criem estes sistemas e confiram à agência as competências correspondentes.

Nada é dito, evidentemente, sobre a articulação, e mesmo a interconexão dos ficheiros em questão. Mas qual é o conteúdo de uma gestão operacional, se não for para agir nos ficheiros, estruturá-los, melhorar a sua «eficácia e reactividade»?

Autorizar os Estados a partilhar ficheiros de polícia, de justiça e de circulação das pessoas tinha já graves consequências para as liberdades. Sem mesmo concluir definitivamente sobre a sua natureza de regulação, criar uma agência que domina completamente a gestão operacional dos seus ficheiros é um passo decisivo e simbólico que nunca deveria ser dado sem um debate democrático alargado.

Gilles J. Gugliemi, professor na universidade Panthéon-Assas (Paris-2)

Tradução de Carlos Santos

1 Que prevê a adopção das medidas apropriadas que visem encorajar e reforçar a cooperação administrativa entre os serviços competentes das administrações dos Estados membros nos domínios dos vistos, do asilo, da imigração e das outras políticas ligadas à livre circulação da pessoas, assim como entre os serviços e a Comissão.

2 publicada em 2000: JO L 239 de 22/09/2000, p. 19

3 estabelecido pelo regulamento (CE) nº 1987/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho de 20 de Dezembro de 2006 e pela decisão 2007/533/JAI do Conselho de 12 de Junho de 2007 sobre o estabelecimento, o funcionamento e a utilização do sistema de informação Schengen de segunda geração (SIS II)

4 JO C 254 de 19.8.1997, p. 1.

5 Regulamento (CE) nº 343/2003 do Conselho de 18 de Fevereiro de 2003 que estabelece os critérios e mecanismos de determinação do Estado membro responsável pelo exame de um pedido de asilo apresentado num dos Estados membros por uma pessoa de um país terceiro, JO L 50 de 25/02/2003, p. 1

6 Criado pelo regulamento (CE) nº 767/2008 do Parlamento Europeu e do Conselho de 9 de Julho do Parlamento Europeu e do Conselho de 9 de Julho de 2008 relativo ao sistema de informação sobre os vistos (VIS) e a troca de dados entre os Estados membros sobre os vistos de curta duração (regulamento VIS).

Fonte: Esquerda.net


Deixe o seu comentário

Illuminati – A verdade The truth about the Illuminati Pt 1 e 2

Publicado por sleestackassassin


1 Comentário

Energia e guerra pelo controlo da Eurásia

06-Jun-2009 Símbolo do lançamento do pipeline entre o Turquemenistão e a ChinaUm imenso campo de batalha pela energia estende-se desde o Irão até ao Oceano Pacífico. É lá que a Guerra Líquida pelo controlo da Eurásia tem lugar”, salienta o jornalista Pepe Escobar, autor deste artigo publicado no site alternet.org. Devido à sua extensão o artigo será publicado em três partes.

Condustão”1: Tudo o que Precisa de Saber sobre Petróleo, Gás, Rússia, China, Irão, Afeganistão e Obama (parte I)

À medida que Barack Obama entra nos seus segundos cem dias como presidente, vejamos o enquadramento, a última conspiração, a pressa tumultuosa em direcção a uma ordem mundial nova e policêntrica. Nos seus primeiros cem dias, a presidência de Obama introduziu uma nova sigla, OCE – Operações de Continência Extraterritoriais (em inglês: OCO para Overseas Contigency Operations), anteriormente conhecidas por Guerra Global Contra o Terrorismo (GGCT). Use-se um ou outro nome, ou qualquer outra coisa, do que realmente se está a falar é sobre o que está a acontecer no imenso campo de batalha pela energia que se estende desde o Irão até ao Oceano Pacífico. É lá que a Guerra Líquida pelo controlo da Eurásia tem lugar.

Sim, tudo se resume ao ouro negro e ao “ouro azul” (gás natural), riquezas de hidrocarbono sem comparação e, portanto, é tempo de voltar atrás neste paraíso infinito que se pode designar por “Condustão”. É tempo de limpar o pó às siglas, especialmente à OCX ou Organização Cooperativa de Xangai, a resposta asiática à NATO, e aprender algumas novas como IPI e TAPI. Acima de tudo, é tempo de conhecer as mais recentes manobras no tabuleiro de xadrez gigante que é a Eurásia e no qual Washington quer ser o jogador crucial ou até dominante.

Já vimos guerras de “condustão” no Kosovo e na Geórgia e seguimos o principal sistema de condutas de Washington, o BTC, que deveria desviar o fluxo de energia para Oeste, obrigando o curso de petróleo a passar ao lado do Irão e da Rússia. Contudo, as coisas não resultaram, mas temos de continuar pois o Novo Grande Jogo nunca pára. Agora é tempo de agarrar aquilo que define a Grelha Asiática de Segurança Energética, é tempo de visitar uma república surreal de gás natural e perceber porque é que esta grelha está tão envolvida na guerra do Afeganistão – Paquistão (Af-Pak).

Todas as vezes que visitei o Irão, os analistas energéticos sublinham a “interdependência total da geo-ecopolíticas da Ásia e do Golfo Pérsico.” Isto define a importância de várias e grandes potências da integração asiática através da crescente massa de condutas de energia que um dia, inevitavelmente, vão ligar o Golfo Pérsico, a Ásia Central, a Ásia do Sul, a Rússia e a China. O maior trunfo iraniano perante a integração asiática está no campo gigantesco de gás natural South Pars (que está dividido entre o Irão e o Qatar). Estima-se que possua pelo menos 9% das reservas mundiais de gás natural.

Tanto quanto mais Washington possa viver em negação perpétua, a Rússia e o Irão controlarão cerca de 20% das reservas mundiais de petróleo e 50% das reservas mundiais de gás natural. Pense-se nisto por um momento. É então fácil de perceber que, para os líderes de ambos os países assim como para a China, a ideia da integração asiática, da Grelha, seja sacrossanta.

Se alguma vez for construído, o maior nó nesta Grelha será com certeza a linha de condutas Irão-Paquistão-Índia (IPI), também conhecido por “condutas da paz,”que valem 7,6 mil milhões de dólares. Depois de anos disputa, em 2008 iniciou-se um acordo quase miraculoso para a sua construção. Pelo menos neste caso, tanto o Paquistão como a Índia deviam permanecer ombro a ombro para rejeitar a pressão incansável por parte da Administração Bush no sentido de não aceitarem o acordo.

Não podia ser de outra forma. O Paquistão é energeticamente pobre e um cliente desesperado da Grelha. Há um ano atrás, num discurso na Universidade Tsinghua em Pequim, o então Presidente Musharraf fez tudo excepto implorar à China para investir nas condutas que ligariam o Golfo Pérsico e o Paquistão ao Extremo Ocidente chinês. Se isto acontecesse, ajudaria a transformar o Paquistão de um Estado quase falhado para um poderoso “corredor de energia” para o Médio Oriente. Se se pensar na linha de condutas como um cordão umbilical, não é necessário dizer que o IPI, mais do que qualquer ajuda dos EUA (ou direito de interferência), seria um passo em frente no caminho da estabilização do Paquistão dentro do teatro de operações da Guerra Af-Pak de Obama e, possivelmente, seria também um alívio na sua obsessão em relação à Índia.

Se o destino do Paquistão reside nesta questão, o do Irão reside noutra. Embora actualmente possua apenas o estatuto de “observador” na OCX, mais cedo ou mais tarde tornar-se-á membro e poderá gozar do estilo NATO, ou seja, a protecção de “um ataque contra um de nós é um ataque contra todos nós”. Imagine, então, as consequências catastróficas de um ataque preventivo de Israel (apoiado ou não pelos EUA) às estruturas nucleares do Irão. A OCX vai começar a trabalhar sobre este problema na sua próxima Cimeira em Junho, em Iekaterinburgo, Rússia.

As relações do Irão com Rússia e com a China são excelentes e continuarão assim não obstante o presidente iraniano que for eleito no próximo mês. A China precisa desesperadamente do gás e do petróleo iranianos, já conseguiu o “acordo do século” de 100 mil milhões de dólares sobre o gás e tem toneladas de armas e bens de consumo baratos para vender. Não menos próxima do Irão, a Rússia quer vender-lhes ainda mais armas assim como tecnologia para a energia nuclear.

E depois, ao movimentarmo-nos para Este da Grelha, encontramos o Turquemenistão, localizado na Ásia Central e que, ao contrário do Irão, pode nunca ter ouvido falar. Vamos corrigir isso agora.

Gurbanguly é o homem

O rei-sol do Turquemenistão, o manhoso e louco Saparmurat “Turkmenbashi” Nyazov, “o pai de todos os turquemenos” (descendentes de uma raça formidável de cavaleiros nómadas que atacavam as caravanas da Rota da Seda) está morto mas longe de ser esquecido.

Os chineses eram grandes entusiastas de Turkmenbashi. E o entusiasmo era recíproco. Uma razão fundamental para que os asiáticos centrais gostassem tanto de negociar com a China é o facto de o Reino do Meio trazer pouca bagagem imperial, ao contrário da Rússia e dos EUA. E claro, a China nunca vai pressionar ninguém sobre os direitos humanos ou fomentar uma revolução de cor de espécie alguma.

Os chineses já começaram a pressionar com sucesso o novo presidente turquemeno, o espectacularmente chamado Gurbanguly Berdymukhamedov, para acelerar a construção da mãe de todas as condutas. Este corredor do “condustão” Turquemeno-Cazaque-Chinês que vai desde o Este do Turquemenistão até à província chinesa de Guangdong, será a mais longa e a mais cara linha de condutas do mundo: 7 mil km de canos de aço com o assombroso custo de 26 mil milhões de dólares. Em 2007, quando a China assinou o acordo para a sua construção, asseguraram-se que seria adicionada uma questão geopolítica muito astuta. O acordo afirma explicitamente que os “interesses chineses” não serão “ameaçados a partir do território (do Turquemenistão) por terceiras partes.” Traduzindo, não serão permitidas bases do Pentágono neste país.

Eurásia

A hábil diplomacia energética da China em relação às Ex-Repúblicas Soviéticas da Ásia Central é uma vitória. No caso do Turquemenistão, são oferecidos negócios lucrativos e as parcerias com a Rússia são encorajadas para aumentar a produção de gás. Não existem antagonismos entre a Rússia e a China pois é conveniente serem os principais parceiros na OCX porque a história da Grelha Asiática de Segurança Energética é verdadeiramente sobre eles.

Já agora, por toda a Grelha, estes dois países concordaram recentemente em estender o oleoduto que vai do Este da Sibéria ao Oceano Pacífico até à China, até finais de 2010 pois a China precisa não apenas do gás turquemeno mas do gás natural líquido russo (GNL).

Com os preços baixos e a economia global a regredir, os tempos são duros para o Kremlin, pelo menos até 2010, mas este facto não influenciará negativamente a sua pressão no sentido de se formar um clube central asiático de energia dentro da OCX. Pense-se nisto como uma entente cordiale com a China. Ivan Materov, o Ministro da Energia e Adjunto da Indústria, tem sido daqueles que insiste que isto não conduzirá a uma “OPEP do gás” dentro da OCX. Fica para observar como é que a equipa de segurança nacional de Obama decide contra-atacar a estratégia russa, bem sucedida, para minar através de todos os meios um corredor de energia promovido pelos EUA via Mar Cáspio, enquanto que a consolidação de um “condustão” que se estende desde o Cazaquistão até à Grécia, controlará o fluxo de energia para a Europa Ocidental.

Tradução de Sofia Gomes para esquerda.net

Siglas usadas no artigo:

Af-Pak: Afeganistão-Paquistão

BTC: Conduta Baku-Tblisi-Ceyhan

CTA: Conduta Trans-Afegã

Grelha: Grelha Asiática de Segurança Energética

IPI: Irão-Paquistão-Índia

OCX: Organização Cooperativa de Xangai

TAPI: Turquemenistão-Afeganistão-Paquistão-Índia

1 Tradução da expressão em inglês, original no artigo, “Pipeline-istan” que junta a palavra “pipeline” com o sufixo “istan” (de palavras como Pakistan, Afghanistan…). “Condustão” é a junção da palavra conduta com o sufixo “stão” (de palavras como Paquistão, Afeganistão…).

Fonte: Esquerda.net


1 Comentário

Sweet Misery: A Poisoned World – Parte 05/06 – Aspartame

O aspartamo ou aspartame é uma neurotoxina utilizada para substituir o açúcar comum. Ele tem maior poder de adoçar (cerca de 200 vezes mais doce que a sacarose) e é menos denso. O aspartamo geralmente é vendido junto com outros produtos. É o adoçante mais utilizado em bebidas.

O aspartamo é consumido por mais de 200 milhões de pessoas, em todo o mundo e está presente em mais de 6000 produtos.
Este veneno esta sendo consumido inocentemente pelas pessoas, com aprovação da Organização Mundial de Saúde.

Faça uma pesquisa por “Codex Alimentarius” e você ficará surpreso com as proporções que isso vem tomando.

Obs: Não fui eu quem legendou o video, apenas mesclei as legendas a ele. Mesmo que em alguns momentos tenham dificuldade de acompanhar a legenda por conta da cor, vale a pena assistir ao documentário

Publicado por libertas000


Deixe o seu comentário

Sweet Misery: A Poisoned World – Parte 04

O aspartamo ou aspartame é uma neurotoxina utilizada para substituir o açúcar comum. Ele tem maior poder de adoçar (cerca de 200 vezes mais doce que a sacarose) e é menos denso. O aspartamo geralmente é vendido junto com outros produtos. É o adoçante mais utilizado em bebidas.

O aspartamo é consumido por mais de 200 milhões de pessoas, em todo o mundo e está presente em mais de 6000 produtos.
Este veneno esta sendo consumido inocentemente pelas pessoas, com aprovação da Organização Mundial de Saúde.

Faça uma pesquisa por “Codex Alimentarius” e você ficará surpreso com as proporções que isso vem tomando.

Obs: Não fui eu quem legendou o video, apenas mesclei as legendas a ele. Mesmo que em alguns momentos tenham dificuldade de acompanhar a legenda por conta da cor, vale a pena assistir ao documentário

Publicado por libertas000


Deixe o seu comentário

Sweet Misery: A Poisoned World – Parte 01

O aspartamo ou aspartame é uma neurotoxina utilizada para substituir o açúcar comum. Ele tem maior poder de adoçar (cerca de 200 vezes mais doce que a sacarose) e é menos denso. O aspartamo geralmente é vendido junto com outros produtos. É o adoçante mais utilizado em bebidas.

O aspartamo é consumido por mais de 200 milhões de pessoas, em todo o mundo e está presente em mais de 6000 produtos.
Este veneno esta sendo consumido inocentemente pelas pessoas, com aprovação da Organização Mundial de Saúde.

Faça uma pesquisa por “Codex Alimentarius” e você ficará surpreso com as proporções que isso vem tomando.

Obs: Não fui eu quem legendou o video, apenas mesclei as legendas a ele. Mesmo que em alguns momentos tenham dificuldade de acompanhar a legenda por conta da cor, vale a pena assistir ao documentário

Publicado por libertas000


Deixe o seu comentário

Alex Jones: A Mentira de Obama (The Obama Deception) 11

NO INFRINGEMENT OF COPYRIGHT IS INTENDED

obama-brainThe Obama Deception – A Mentira de Obama é o mais novo documentário do produtor Alex Jones onde destrói por completo o mito de que Barack Obama esteja trabalhando no melhor dos interesses do povo americano.

O fenómeno de Obama é uma mentira maquinada cuidadosamente para liderar a NOva Ordem Mundial. Obama foi apresentado como o salvador em uma tentativa de enganar o povo americano com o fim de aceitar a escravidão mundial.

Já não se trata de esquerda ou direita, de comunismo ou sistema de liberdades, do que realmente se trata até agora de forma encoberta é de um Governo Mundial.

Este documentário cobre: Para quem Obama trabalha, as mentiras que disse e sua verdadeira agenda. Se você quer saber dos factos e passar por cima de toda essa ladainha messiânica, este filme é para você.

http://www.prisionplanet.com
http://www.infowars.com

Publicado por deusmihifortis


5 Comentários

Alex Jones: A Mentira de Obama (The Obama Deception) 10

NO INFRINGEMENT OF COPYRIGHT IS INTENDED

obama-brainThe Obama Deception – A Mentira de Obama é o mais novo documentário do produtor Alex Jones onde destrói por completo o mito de que Barack Obama esteja trabalhando no melhor dos interesses do povo americano.

O fenómeno de Obama é uma mentira maquinada cuidadosamente para liderar a NOva Ordem Mundial. Obama foi apresentado como o salvador em uma tentativa de enganar o povo americano com o fim de aceitar a escravidão mundial.

Já não se trata de esquerda ou direita, de comunismo ou sistema de liberdades, do que realmente se trata até agora de forma encoberta é de um Governo Mundial.

Este documentário cobre: Para quem Obama trabalha, as mentiras que disse e sua verdadeira agenda. Se você quer saber dos factos e passar por cima de toda essa ladainha messiânica, este filme é para você.

http://www.prisionplanet.com
http://www.infowars.com

Publicado por deusmihifortis


1 Comentário

Alex Jones: A Mentira de Obama (The Obama Deception) 9

NO INFRINGEMENT OF COPYRIGHT IS INTENDED

The Obama Deception – A Mentira de Obama é o mais novo documentário do produtor Alex Jones onde destrói por completo o mito de que Barack Obama esteja trabalhando no melhor dos interesses do povo americano.

O fenómeno de Obama é uma mentira maquinada cuidadosamente para liderar a NOva Ordem Mundial. Obama foi apresentado como o salvador em uma tentativa de enganar o povo americano com o fim de aceitar a escravidão mundial.

Já não se trata de esquerda ou direita, de comunismo ou sistema de liberdades, do que realmente se trata até agora de forma encoberta é de um Governo Mundial.

Este documentário cobre: Para quem Obama trabalha, as mentiras que disse e sua verdadeira agenda. Se você quer saber dos factos e passar por cima de toda essa ladainha messiânica, este filme é para você.

http://www.prisionplanet.com
http://www.infowars.com

Publicado por deusmihifortis


Deixe o seu comentário

Alex Jones: A Mentira de Obama (The Obama Deception) 7

Alex Jones: A Mentira de Obama (The Obama Deception) 8

NO INFRINGEMENT OF COPYRIGHT IS INTENDED

The Obama Deception – A Mentira de Obama é o mais novo documentário do produtor Alex Jones onde destrói por completo o mito de que Barack Obama esteja trabalhando no melhor dos interesses do povo americano.

O fenómeno de Obama é uma mentira maquinada cuidadosamente para liderar a NOva Ordem Mundial. Obama foi apresentado como o salvador em uma tentativa de enganar o povo americano com o fim de aceitar a escravidão mundial.

Já não se trata de esquerda ou direita, de comunismo ou sistema de liberdades, do que realmente se trata até agora de forma encoberta é de um Governo Mundial.

Este documentário cobre: Para quem Obama trabalha, as mentiras que disse e sua verdadeira agenda. Se você quer saber dos factos e passar por cima de toda essa ladainha messiânica, este filme é para você.

http://www.prisionplanet.com
http://www.infowars.com

Publicado por deusmihifortis


Deixe o seu comentário

Alex Jones: A Mentira de Obama (The Obama Deception) 5

A Mentira de Obama (The Obama Deception) 6

NO INFRINGEMENT OF COPYRIGHT IS INTENDED

The Obama Deception – A Mentira de Obama é o mais novo documentário do produtor Alex Jones onde destrói por completo o mito de que Barack Obama esteja trabalhando no melhor dos interesses do povo americano.

O fenómeno de Obama é uma mentira maquinada cuidadosamente para liderar a NOva Ordem Mundial. Obama foi apresentado como o salvador em uma tentativa de enganar o povo americano com o fim de aceitar a escravidão mundial.

Já não se trata de esquerda ou direita, de comunismo ou sistema de liberdades, do que realmente se trata até agora de forma encoberta é de um Governo Mundial.

Este documentário cobre: Para quem Obama trabalha, as mentiras que disse e sua verdadeira agenda. Se você quer saber dos factos e passar por cima de toda essa ladainha messiânica, este filme é para você.

http://www.prisionplanet.com
http://www.infowars.com

Publicado por deusmihifortis