História de blogue e reposteiros


Em Paris, na quinta-feira, foi a votos uma lei sobre a pirataria na Internet. O Governo querendo uma lei repressiva, a oposição opondo-se. Cada lado no seu lugar previsível. Li no jornal Le Monde o resultado da votação (o Governo perdeu) e bocejei. Mas eis que alguém me alerta: o assunto vale mais.

O anfiteatro do parlamento francês, em véspera de feriado, era um lugar despovoado: 16 deputados do Governo, 8 da oposição. Antes do voto, notou-se frenesim nos deputados oposicionistas, teclando SMS. Desconfiados, os governamentais inspeccionam o edifício (“até às casas de banho fomos”). Nada. Avança-se para a votação: 15 a favor. E quem vota contra? Aí, saltam de trás dos reposteiros vermelhos (sim, sim!), mais de uma dezena de socialistas que se juntam aos braços levantados: 21! A lei não passa. E quem me contou esta história fantástica de truques antigos, mas sobre a Internet e com SMS à mistura? O blogue “Duas ou Três Coisas”, de Francisco Seixas da Costa. Olha, o meu embaixador em Paris a contar-me mais do que o jornal Le Monde… Quem gosta do que faz encontra sempre forma de ser interessante.

Ferreira Fernandes  D.N.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s