Enorme é o preço que pagamos por estas Calhandrices


PS “não quer o poder a qualquer preço”

Engane-se quem pensou que o balão da dramatização no PS e no Governo ia perder gás depois do secretariado nacional de hoje. O líder parlamentar, Francisco Assis, foi, mais uma vez, porta-voz num apelo a unidade do partido, à promessa de diálogo com a oposição e de estabilidade governativa, misturada com um aviso. Um aviso com validade para a discussão do Orçamento do Estado.

 El Alamo

“Já deixámos claro na Assembleia da República que estamos disponíveis para os consensos possíveis, mas também afirmámos que não estamos dispostos a permanecer no poder a qualquuer preço”, afirmou Francisco Assis aos jornalistas, no final de uma reunião de quase três horas do secretariado nacional, na sede do PS, no Largo do Rato, em Lisboa. O secretário-geral socialista, José Sócrates, entrou pela porta do lado e saiu sem falar aos jornalistas.

Mais disse Assis: “Não estamos agarrados ao poder a ponto de desistir das nossas convicções em nome dessa vontade de permanecer no poder- Esse é o nosso limite.”

Para o líder parlamentar, não se justifica uma moção de confiança, dado que os socialistas garantiram um acordo para o Orçamento do Estado de 2010, já aprovado na generalidade.

E o orçamento “é o momento essencial” para “aferir se há ou não condições para assegurar a governação do país”, afirmou.

Tudo isto pode ser um ameaça? Resposta de Francisco Assis: “Não é um aviso nem é uma ameaça. É uma constatação.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s