Sindicatos acusam Alçada de «não fazer trabalho de casa»




 a bruxa e a maça

Por Margarida Davim
Sindicatos e ministra da Educação deviam sentar-se hoje à mesa para discutir o Estatuto da Carreira e a avaliação dos professores. Mas Isabel Alçada ainda não fez chegar as suas propostas aos sindicalistas, que falam agora numa «verdadeira confusão» nas escolas

«Uma verdadeira confusão». É assim que a direcção da Federação Nacional de Professores (Fenprof) descreve a situação que vivem as escolas no processo de avaliação dos professores.

Num comunicado enviado às redacções, os sindicalistas dizem que as escolas ainda estão à espera de receber instruções do Ministério sobre a forma como deverão ser avaliados os docentes que estão em condições de progredir na carreira.

Segundo as primeiras instruções dadas pela equipa de Isabel Alçada, deveria ser aplicado o modelo ‘simplex’ – a versão simplificada do modelo inicialmente proposto por Maria de Lurdes Rodrigues.

Mas «na reunião realizada em 24 de Fevereiro, a Fenprof foi informada de que tal procedimento afinal não se aplicaria aos docentes que iriam progredir, devendo, em breve, haver nova informação junto das escolas».

Até hoje, os sindicatos continuam ser receber novas indicações. E, acusam, a situação é mais grave porque o Ministério «não quis suspender o modelo de avaliação em vigor, o que deveria ter feito».

Esta quarta-feira, Isabel Alçada deveria voltar a discutir as questões da avaliação e da carreira com os sindicalistas, mas a reunião foi desmarcada porque, segundo a Fenprof, o Ministério ainda não enviou «os projectos de decreto-lei contendo a proposta de novo Estatuto da Carreira Docente e de decreto regulamentar sobre avaliação de desempenho».

No dia 1 de Março, a Fenprof foi avisada pelo Ministério da Educação de que as propostas ainda estariam a ser ultimadas. «Só que já passaram dez dias e, até hoje, nada chegou à Fenprof nem voltou sequer a existir qualquer contacto».

Revoltados com estes atrasos, os sindicalistas vão, agora, recorrer à Assembleia da República – onde serão recebidos na Comissão de Educação e Ciência no dia 16 de Março.

margarida.davim@sol.pt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s