Fernando Sobral- Os Convencidos da Vida


Este não é o tempo dos Vencidos da Vida. É o dos Convencidos da Vida. Porque neste Portugal, entre um PEC e a estagnação, há quem esteja convencido que é um vencedor. Mesmo se todos à sua volta forem vencidos. Portugal vive momentos de estagnação económica, política, cultural e social. A pobreza intelectual de parte da sua elite ilustra bem este défice, que não é apenas fiscal. Portugal precisa de uma consolidação da sociedade, antes de pensar no deve e no haver. Este problema já não se resolve só com contas de subtrair. Modifica-se com um novo olhar sobre o País, sobre o futuro que quer para quem cá vive e sobre o modelo que deve seguir para o conseguir. Não admira o estado peganhento da política nacional: ela é hoje um exercício de uma classe pequena, entretida nos seus jogos e ignorada de forma cínica pelos cidadãos que se sentem derrotados. Hoje a política reduz-se a um jogo de influências dentro de estruturas políticas e económicas, em círculos concêntricos. Deixou de ser o grande jogo de antigamente, de onde emergiam grandes líderes com um sonho para partilhar. Hoje os líderes políticos limitam-se a prometer a repartição de um prato de lentilhas. Quando assim é, de que vale um PEC que se limita a prometer a contenção e não a abrir espaço para o futuro? Portugal tem passado os últimos séculos a pagar as dívidas dos erros passados. Parece um Fado do Enforcado em versão económica e financeira. Não foi só a economia que estagnou em Portugal. Foram as ideias criativas. E esse é o nosso maior problema.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s