É realmente este o candidato que o BE quer para PR?


Alegre considera incorrecto que PR interfira nas opções do Governo

Manuel Alegre considerou, em declarações à TSF, incorrecto que Cavaco Silva faça afirmações que possam ser entendidas como uma interferência nas opções do Executivo.

Manuel Alegre considerou, este sábado, incorrecto que Cavaco Silva, perante o ataque especulativo contra Portugal, faça afirmações que possam ser interpretadas como interferência nas opções do Executivo e como uma oposição ao investimento público.

Na sexta-feira, em declarações aos jornalistas no final de um seminário económico luso-moçambicano, o Presidente da República defendeu que «faz sentido reponderar» todos os investimentos que utilizem pouca produção e mão de obra nacional.

«É uma interferência no nosso Executivo, embora ele diga que não», o que «neste momento é mau», já que «estamos a ser vítimas de um ataque especulativo contra Portugal e contra o euro», opinou Manuel Alegre, sublinhando que a hora exige «solidariedade institucional».

O candidato à Presidência da República, que falava em declarações á TSF, lembrou que Cavaco Silva já tinha manifestado «reservas» quanto aos grandes investimentos públicos, mas, considerou: «independentemente da opinião que se possa ter, são coisas do Executivo».

Confessando que não entende as reservas do Chefe de Estado, Alegre defendeu que «o investimento publico é necessário para estimular a economia».

«É claramente uma reserva, uma interferência e uma crítica a uma opção legítima do Governo», reforçou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s