Corrupção no Parlamento Europeu


Três deputados europeus aceitaram “vender os seus serviços” por 100 mil euros

Três deputados europeus aceitaram “vender os seus serviços” por quantias de 100 mil euros a jornalistas da publicação britânica “The Sunday Times”. Reporteres do jornal fizeram-se passar por representantes de lobbies e propuseram a vários deputados pagar 100 000 euros por ano em troca de alterações que pudessem adoptar. Três deles aceitaram.

Adrian Severin, antigo vice primeiro-ministro da Roménia enviou um e-mail aos falsos ‘lobbistas’ dizendo que a alteração desejada tinha sido arquivada. De seguida, enviou uma factura de 12 mil euros por “serviços de consultoria”.

Zoram Thaler, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros da Eslovénia, também apresentou uma proposta de alteração, pedindo mais tarde que o dinheiro fosse pago para a conta de uma empresa com sede em Londres.

Também o antigo ministro austríaco do Interior, Ernst Strasser disse aos jornalistas: “Eu sou um lobbista”, antes de apresentar um projecto de alteração e de obter um compromisso a favor de um lobbie.

O deputado pediu depois que um primeiro pagamento de 25 mil euros fosse realizado para a conta de uma empresa na Áustria.

Em declarações ao jornal britânico, a vice-presidente do Parlamento Europeu Diana Wallis prometeu uma investigação: “Isso deve ser objecto de uma investigação em profundidade”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s