Motoristas com salários em atraso decidem acampar


             

Trabalhadores da Transgomes, em Braga, garantem que nem o antigo dono nem os atuais, que ainda “não deram a cara”, se responsabilizam pelo atraso nos pagamentos e “já desapareceram camiões” das instalações.

Motoristas de uma transportadora de Braga estão acampados frente às instalações da empresa em protesto pelo atraso no pagamento de salários e para impedir o “desaparecimento” dos camiões da companhia, que foi vendida no início do mês.

Em declarações à agência Lusa, um dos motoristas da Transgomes, Marco Silva, explicou que nem o antigo dono da empresa nem os atuais, que os trabalhadores dizem ainda não conhecer, se responsabilizam pelo pagamento dos salários e subsídios em atraso.

A Lusa tentou contactar o antigo dono da Transgomes, assim como os atuais, mas até ao momento não foi possível.

Segundo Marco Silva, “desde 2009 que tem havido atraso nos pagamentos de salários, mas trabalho nunca faltou, pelo contrário”.

Atualmente, esclareceu, “a empresa está com os salários de junho, julho, os subsídios de Natal e de Férias em atraso” e, disse, “ninguém se chega a frente para resolver a situação”.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s