Queda na colocação de professores “é um enorme despedimento colectivo”


                                 O líder parlamentar do Bloco de Esquerda considerou sexta-feira que a queda na colocação de professores “é um enorme despedimento colectivo na educação”, alertando que os números do desemprego divulgados “estão abaixo da realidade”.

À margem da abertura do fórum Socialismo 2012, que começou sexta-feira em Santa Maria da Feira e decorre até domingo, Luís Fazenda foi questionado pelos jornalistas sobre a queda do número de professores colocados, que segundo as contas da Fenprof representa uma redução de 40,5% face ao ano passado.

“É um enorme despedimento colectivo na educação, mas infelizmente é apenas um dos casos, porque nós estamos a ter contacto com essa realidade em muitos sectores da vida portuguesa, não só nos serviços públicos, mas também na economia privada”, respondeu.

Segundo o líder parlamentar do Bloco de Esquerda, “o desemprego galopante é uma realidade que veio para ficar, infelizmente”, e, por isso, Portugal “não pode ficar refém do fundamentalismo da ‘troika'” e “tem de mudar de política”. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s