Costa usa eleição de Ferro para atacar Cavaco: “A nossa liberdade não é manipulável”



PSD e CDS dizem que foi “quebrada tradição de 40 anos”. Esquerda unida nas críticas a Cavaco e nos alertas de que o equilíbrio de forças mudou.

A eleição de Eduardo Ferro Rodrigues como Presidente da Assembleia da República abriu esta sexta-feira a primeira fenda parlamentar entre a esquerda e a direita. António Costa (PS), Pedro Filipe Soares (BE), João Oliveira (PCP) e Heloísa Apolónia (PEV) notaram que existe agora um novo equilíbrio de forças no hemiciclo, sinalizando que esta foi a primeira “expressão institucional” do que pode ser a legislatura que teve esta sexta-feira início.

Luís Montenegro (PSD) foi o primeiro a falar e salientou que o sufrágio – por voto secreto – quebrou “uma regra, uma tradição de sempre da democracia”, isto é, “que pela primeira vez um Presidente da Assembleia da República não tenha saído do partido ou da coligação que tivesse ganho as eleições”. Ferro Rodrigues, observou, “foi eleito em confronto com esta tradição”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s