Príncipe saudita levava duas toneladas de droga no avião


Um dos membros da família real saudita foi detido, esta segunda-feira, por tentar embarcar com quase duas toneladas de droga no avião privado.

Abd al-Muhsen bin Walid bin Abd al-Aziz Al Saud, príncipe saudita, foi preso esta segunda-feira no aeroporto de Beirute, no Líbano. “Tentava, com outras quatro pessoas, embarcar num avião privado para Riade [Arábia Saudita] quase duas toneladas de comprimidos Captagon e uma quantidade de cocaína”, disse um responsável de segurança à France Presse.

Os acusados “continuam no aeroporto, onde estão a ser interrogados pelos serviços alfandegários”, avançou a agência oficial libanesa. O material apreendido estaria a ser transportado em “quarenta malas”.

As autoridades libanesas dizem que esta se trata de uma das maiores tentativas de contrabando naquele país.

Os comprimidos Captagon, que estavam a ser transportados, têm “o típico efeito de estimulante” e provocam “uma espécie de euforia – a pessoa torna-se faladora, não dorme, não come, fica energética”, diz um psiquiatra libanês Ramzi Haddad.

Esta é uma droga que, apesar de ser pouco conhecida no Ocidente, é largamente consumida no Médio Oriente. Tem sido associada à Síria e aos jiadistas desde que a guerra começou, devido aos efeitos que provoca, e tem gerado milhões de dólares de lucros naquele país, dinheiro que muitas vezes acaba por financiar armas.

Em 2013, foram apreendidos mais de 12 milhões de comprimidos Captagon no Líbano, informou a agência “Reuters” no ano passado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s