“Queremos um governo que garanta a estabilidade na vida das pessoas”


A ronda de debates públicos do Bloco de Esquerda sobre o resultado das eleições e o atual momento político prosseguiu esta sexta-feira à noite em Coimbra. O recém-eleito deputado do Bloco pelo distrito, José Manuel Pureza, falou da esperança que se abriu com a derrota nas urnas das políticas de austeridade seguidas nos últimos quatro anos e a possibilidade de viabilizar uma alternativa à continuação das mesmas políticas, com um acordo dos partidos de esquerda.

“Diante duma situação dessas, sou tentado a dizer ao Presidente da República uma frase que ficou conhecida e cujo autor ele conhecerá: Deixem-nos trabalhar!”, afirmou José Manuel Pureza.

Catarina Martins falou da necessidade de rejeição do programa de governo que a direita apresentará ao Parlamento para que haja “uma solução de um governo com estabilidade que quebre o ciclo de empobrecimento do país”.

Para a porta-voz do Bloco, “a garantia política dessa estabilidade é a garantia da estabilidade da vida das pessoas. É por essa que se deve medir”. Catarina referiu-se ainda às reações da direita ao cenário do futuro governo ser apoiado pelos partidos da esquerda parlamentar.

“A direita não estava à espera que isto fosse possível. Já estava tudo tão bem combinado: a gente votava e depois tinha um governo do centrão. E isto era confortável. Isto acontecia e estava toda a gente à espera que acontecesse outra vez”, prosseguiu Catarina. Como a realidade contrariou os seus desejos, a direita passou “a agitar todos os fantasmas”: ora o Bloco “é um perigo, porque como quer sair da NATO o governo será instável”, ora Bloco “é um vendido porque se faz uma convergência quer dizer que afinal já aceita as metas do Tratado Orçamental”, ironizou a porta-voz bloquista.

“Não estamos neste processo de convergência a pôr em cima da mesa todos os temas que consideramos essenciais e de que não desistiremos”, admitiu Catarina. “Mas estamos a fazer o esforço claro para que não tenhamos de ficar condenados a uma direita que está a destruir o país”, concluiu.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s