Pinguim viaja 3 mil km para reencontrar homem que o salvou


 

João Pereira de Souza, um brasileiro reformado de 70 anos, evitou que um pinguim-de-magalhães morresse encharcado com óleo, em 2011, numa praia da comunidade de Provetá, na Ilha Grande, Rio de Janeiro, Brasil. Limpou o animal, deu-lhe água, comida e baptizou-o de ‘Jinjing’. A ave não quis regressar ao mar e todos os anos viaja três mil quilómetros para reencontrar o homem que a salvou. Durante oito meses por ano, ‘Jinjing’ está com João de Souza, mas nos restantes quatro – entre fevereiro e junho – vai até à terra natal, a Patagónia, na Argentina, que fica a cerca de três mil quilómetros de distância da comunidade de Provetá. “Quando ele regressa parece estar sempre muito feliz por me ver”, contou João de Souza ao site The Wall Street Journal. Por sua vez, o administrador da comunidade, Carlos Eduardo Arantes, afirmou que o pinguim já “é a mascote da aldeia”.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/insolitos/detalhe/pinguim_viaja_3_mil_km_para_reencontrar_homem_que_o_salvou.html

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s